PNRU

Atelier Fala participa no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana

Atelier Fala participa no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana
"Casa de muitas caras" é candidato ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, um projeto do atelier Fala.

Desafiado por um cliente particular, o atelier Fala apresenta um projeto de reabilitação e de requalificação de um antigo armazém, localizado no Porto, numa habitação unifamiliar. A “Casa de muitas caras” já foi um armazém, uma fábrica e uma oficina. Desde setembro de 2022, data da conclusão da obra, executada pela Civiflanco, é uma habitação.

Projeto "Casa de muitas caras", do atelier Fala.
Projeto "Casa de muitas caras", do atelier Fala.

O projeto “Gaveto na rua de Ceuta”, localizado no Porto, nasce da reabilitação de um edifício classificado, localizado no Porto, e da autoria do arquiteto Mário Bonito. Trata-se de um edifício moderno, mas deixado ao abandono por bastante tempo, conduzindo à sua rápida degradação. O promotor desta obra contou com o trabalho da construtora Civilcasa II – Construções, que concluiu a intervenção em setembro de 2022.

Projeto "Gaveto na rua de Ceuta", do atelier fala.
Projeto "Gaveto na rua de Ceuta", do atelier fala.

Inscrições terminam a 13 de fevereiro

Até 13 de fevereiro pode inscrever o seu projeto. São elegíveis ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2023 todas as intervenções de reabilitação urbana concluídas entre 1 de janeiro de 2021 e 31 de dezembro de 2022. Para participar basta aceder a premio.vidaimobiliaria.com e preencher o formulário de inscrição.

A partir de 20 de fevereiro, todos os candidatos cujas inscrições foram validadas serão contactados pela organização do Prémio e convidados a formalizar a sua candidatura com a entrega do dossier de avaliação.

Em 2023, a difícil decisão de eleger os melhores intervenções de reabilitação urbana em território nacional, caberá ao engenheiro Manuel Reis Campos (Presidente AICCOPN e da CPCI); ao professor Raimundo Mendes da Silva (coordenador do projeto de investigação aplicada “Reabilitar como Regra”); ao arquiteto José Manuel Pedreirinho (antigo Presidente da Ordem dos Arquitectos - no triénio 2017-2019); à economista e professora da Porto Business School, Ana Paula Delgado e ao arquiteto e professor Jubilado da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, Carlos Prata.

Destacar a colaboração da Adene – Agência para a Energia responsável pelo apoio ao júri na seleção do vencedor na categoria Prémio Nacional de Reabilitação Urbana - Melhor Solução de Sustentabilidade.

PUB
PUB